O Inverno

O Inverno - Dra Lilian - Pediatria e Acupuntura

O Inverno

As estações do ano influenciam diretamente a vida de todos os seres.

Em locais onde o inverno é bem marcante, observamos que a terra descansa e nada produz, a água se solidifica em gelo ou neve, os animais se abrigam e hibernam, a semente dentro da terra aguarda o momento certo para despertar. Tempo de recolhimento. Há uma desaceleração natural para todos os seres vivos na tentativa de poupar energia.

As árvores que perderam suas folhas no outono, entram em repouso e se preparam para gerar flores e frutos na primavera.

Nós também somos a natureza e portanto, o inverno ocorre dentro de nós.

Sentimos necessidade de nos agasalhar e nos aquecer, de nos recolher e nos aquietar.

O nosso metabolismo fica mais lento e o nosso nível de energia mais baixo.

A medicina chinesa e o inverno

Segundo o livro do Imperador Amarelo: “As pessoas devem deitar cedo e levantar tarde, esperar que o sol nasça. Devem reprimir e ocultar seus desejos, como se não tivessem nenhum objetivo interior, como se estivessem em tudo satisfeitas.”

De acordo com a medicina chinesa e a Lei dos 5 movimentos, o inverno corresponde ao elemento água e está relacionado com os rins e a bexiga, ambos sensíveis ao frio. Os rins são o armazém da nossa energia e do fogo energético que serve de combustível para a vida e influencia a nossa longevidade.

Nos meses de inverno alguns cuidados são importantes para a manutenção e o fortalecimento da nossa saúde:

Manter o corpo aquecido, especialmente as extremidades (mãos e pés), cabeça, região do pescoço e área dos rins. Um costume oriental que aprendi com minha avó e minha mãe é usar sempre uma camiseta sem mangas, por baixo da roupa, como se fosse uma segunda pele, para aquecer a barriga e nela, um centro de energia muito importante, que fica três a quatro dedos abaixo do umbigo (chamado hara pelos japoneses, dantien pelos chineses). Aprendi também com elas que antes de sentar em lugares frios como bancos de cimento, colocar um jornal, um lenço ou um paninho, para evitar que a friagem penetre pela coluna e provoque dores no corpo.

Proteger-se do vento e de inalações profundas de ar úmido e frio que podem levar a friagem para dentro, ocasionando doenças respiratórias, principalmente em bebês e crianças pequenas, idosos e pessoas que estão com a imunidade baixa ou que estão muito cansadas e estressadas.

Tentar evitar bebidas e comidas muito frias ou geladas, no máximo na temperatura ambiente, pois o gasto de energia para aquecê-las dentro de nós é grande, afinal, no nosso interior tudo é quentinho. O ideal seria consumir tudo em temperatura morna ou quente. Os chás são muito bem-vindos.

Preferir alimentos refogados, cozidos no vapor, grelhados ou assados, pois armazenam calor.

Caldos e sopas devem ser cozidos por muito tempo, até que os legumes e cereais se desmanchem, trazendo uma cremosidade que, só de olhar, já conforta e aquece.

Raízes como cenoura, nabo, bardana, assim como o inhame, fortalecem a energia dos rins. Feijões, nozes, castanhas, amêndoas, sementes de girassol, abóbora, gergelim,algas. Gengibre, canela, cravo, têm efeito termogênico.

Evitar frutas, saladas e vegetais crus, principalmente a noite, assim como alimentos tirados imediatamente da geladeira.

O Inverno - Dra Lilian - Pediatria e AcupunturaManter os pés aquecidos nutre o Qi dos rins. Se forem difíceis de esquentar, fazer imersão dos pés em água quente antes de ir para cama.

Exercícios físicos leves, caminhar, correr ou andar de bicicleta ajudam a mover o Qi e evita a estagnação de energia. Lembrar-se de se agasalhar bem. Em dias de frio intenso ou vento evitar de fazer exercícios ao ar livre.

Aproveitar para tomar sol. Os animais naturalmente sabem como viver bem e de acordo com a natureza. Os cachorros lá da casa da minha mãe, ficam deitados, esparramados, ao sol pela manhã, vitamina D ali, é abundante. Quando vai anoitecendo, se deitam somente se forem colocados os tapetinhos. Chão frio, nem pensar.

Atividades que trazem um recolhimento e nos deixam quietos, podem nos ajudar a ouvir com sinceridade o que o nosso coração pede.

Os sonhos que acalentamos, os projetos que estão adormecidos e até desacreditados, podem ser nutridos, silenciosamente, pelo nosso querer e vontade durante o inverno. Com a chegada da primavera, podem começar a desabrochar, ganhar corpo, como as flores, as árvores e os animais.

Afinal, segundo a filosofia chinesa, somos todos filhos do céu e da terra, alimentados pelo ar e pelos nutrientes do solo. Sofremos a influência do clima e das estações. Quando vivemos de acordo com a natureza, nada nos falta, tudo nos conduz a uma vida plena.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um comentário