Mãe de Passarinho por 2 Dias

Fui Mãe de Passarinho por dois (2) Dias!

Mãe de Passarinho

Numa segunda-feira à noite encontrei um filhote de passarinho caído no chão do quintal.

Folha no Quintal?

Inicialmente achei que era uma folha. Pois não estava entendendo o que era aquela manchinha no chão do quintal. E quando cheguei perto, vi que era um filhote de passarinho machucado.

Ele fugia

Então fui tentar pegar. Ele não deixava. Ele se arrastava. Não queria o toque. Não queria que eu o pegasse.

Mãe Natureza

Respeitei sua vontade. E deixei ele lá esperando a natureza cuidar. Pensei que de repente ele poderia voar. Fui dormir. Mas fiquei com ele no meu pensamento.

Maior toró

Quando foi de segunda para terça-feira caiu o maior toró. Acordei cinco horas da manhã assustada com o barulho da chuva. Saí correndo. Desci as escadas correndo pra poder ver onde estava o passarinho.

Encharcado

E o passarinho estava no meio do quintal totalmente encolhido e encharcado. Peguei ele. Achei que ele tinha morrido. Estava duro … duro … duro o seu corpinho.

E aí, eu fiquei com muita dó … do passarinho … daquele filhotinho.

Coraçãozinho que batia

De repente … eu senti que o coraçãozinho estava batendo na palma da minha mão. Senti também suas asinhas tremerem levemente. E aí fiquei com aquele passarinho das cinco até sete da manhã nas minhas mãos. Esperava que o calor das minhas mãos pudesse secar as peninhas, né?

Quer viver

Ele ficou quietinho nas minhas mãos. Como é bonita a natureza, não? Toda a natureza … tudo que existe quer viver! Não quer morrer … quer viver!

Aconchego no meu pé

E aí ele foi esticando as asinhas. Quando o coloquei no chão da cozinha, ele começou a se arrastar prum lado … pro outro … eu não sabia … não entendia nada de passarinho, né? O que estava machucado?

Então ele foi se arrastando e voltou. Se aconchegou no meu pé. Coloquei -o numa caixinha, pois precisava sair.

Papinha de passarinho

Depois disso fui trabalhar. Pedi para o meu marido comprar uma papinha de filhote de passarinho, que minha paciente indicou … ela cuida de passarinhos.

Água

Quando cheguei à noite, tentei dar a papinha. Tentei dar água para ele também. E no outro dia fui trabalhar com meu coração apertado

Fiquei triste, mas enterrei

E quando voltei … ele já estava durinho.

Tinha morrido

Fiquei triste.

Orei.

Depois enterrei ele no quintal.

Desapego

A gente precisa trabalhar o desapego.

Fui mãe de passarinho por dois dias!

Mãe de Passarinho

Sou mãe de dois rapazes e de uma gata.

Agora também sou mãe de minha mãe, pois ela virou criança.

Porém, nunca me imaginei como mãe de um passarinho.

A gente acha que a nossa vivência e a profissão nos trazem um enorme saber. Realmente, pois aprendo com a vida e com o exercício da medicina.

Entretanto, a sabedoria da natureza nos presenteia com lições que nos fazem refletir o quão ampla é a vida e o quanto temos para aprender … sempre!

Uma formiga … um inseto … uma planta … uma erva daninha … um gato … o homem … e até o planeta

Tudo o que existe na Natureza quer Viver … nunca quer Morrer!

Exercício da Maternidade

Quando acolhemos um ser … não importa quem ele seja e nem por quanto tempo … nos tornamos Mãe.

Podemos exercitar a maternidade com uma planta … com um animalzinho … com um passarinho … com os filhos do nosso ventre … e com os filhos do coração!

Gratidão Mãe Natureza por me presentear com a oportunidade de ser mãe de passarinho por dois dias.

like do facebook Dra Lilian

Deixar uma resposta