O que diz a sua mão? - Dra Lilian - Pediatria e Acupuntura

O que diz a sua mão?

O que diz a sua mão?

Quando era pequena, tinha a mania de observar as mãos das pessoas. Entretanto não conseguia explicar exatamente o que me acontecia.

Quando as visitas chegavam

Assim, quando chegavam visitas lá em casa, olhava espontaneamente para suas mãos. Certamente, quando eu gostava das mãos, sentava ao lado da pessoa e feito gato ia se aconchegando devagarinho. No entanto quando o sentimento era inverso, fugia e me escondia, e minha mãe sempre me achava. Lá ia eu, a contragosto, mas educadamente, dar a mão, o abraço e até um beijinho.

Minha irmã e as mãos

Contudo conversava com minha irmã mais velha sobre as impressões que sentia. Por ela ter a mesma mania, isto é, observar mãos, conseguia me entender. Bem mais tarde, já adulta, comecei a compreender o porquê desta mania e também o porquê de me enganar com algumas mãos.

Percepção infantil

Criança é sensível e espontânea. Muitas vezes não consegue verbalizar uma percepção e, principalmente, explicá-la para um adulto apressado e cheio de afazeres.

Hoje a ciência reconhece fatos que outrora eram considerados sobrenaturais. Por exemplo, a revista Super Interessante publicou um artigo sobre o mundo secreto do insconciente, que fala sobre a área fusiforme do cérebro, que quando intacta, permite que um cego julgue o rosto das pessoas.

Espontaneidade x Razão

À medida que fui crescendo, não deixei de olhar as mãos. Mas a espontaneidade foi dando lugar à razão.

Com o passar dos anos, já não saía correndo quando via mãos que me impressionavam negativamente; passei a observar melhor a pessoa e saber um pouco mais da sua vida.

Um pouco maior, abandonei meu desejo de criança de fazer perfumes com as rosas do jardim.

Posteriormente, adulta, comecei a ouvir diariamente pessoas com suas histórias de sofrimento. E procurar ajudá-las, virou minha profissão.

Meu Pai, mãos firmes

Meu Pai trabalhava no Ceagesp, vendia frutas e legumes, estudou até a 4ª série do curso primário. No entanto suas mãos firmes, fortes, cheias de calos eram poéticas.

Mãos e poesia

Meu Pai, em suas horas de folga, ia para a garagem de casa . Lá, diante de uma tela branca, com sua paleta de tintas e um pincel, uma mágica incrível acontecia, ou seja, suas mãos se tornavam leves e delicadas, como que flutuassem pelo ar. Então, as cores e as imagens surgiam, enchendo o ar de poesia.

Meu Pai autodidata

Meu Pai era, sobretudo, autodidata. Aprendeu sozinho a tocar vários instrumentos. Sua letra era bonita e sua assinatura mais ainda. Era ele quem assinava meu boletim escolar. Embora fosse filho de japoneses, gostava de assobiar e cantar músicas italianas… Momentos estes em que meu coração de criança se enchia de alegria! Mesmo sabendo que seu afeto viria através de atitudes e não de gestos de afago.

O perceber e a mão

E o que o perceber tem a ver com as mãos?

Medicina Tradicional Chinesa

O que diz a sua mao - Dra Lilian - Pediatria e Acupuntura
Meridiano do Coração

Na Medicina Tradicional Chinesa, a nossa energia percorre as profundezas dos órgãos e vísceras até chegar à superfície da pele e vice-versa. Passando também pela cabeça, tronco e membros, através de caminhos invisíveis, porém reais, chamados meridianos.

Na palma da mão

Os meridianos que chegam na palma da mão, vêm do coração.

Coração passa pela Mão

O coração, segundo a Medicina Ocidental, tem a função de bombear o sangue por todo o corpo, levando portanto, oxigênio e nutrientes para todas as células, mantendo-nos vivos. Na ampla visão da Medicina Chinesa, contudo, além desta função, o coração é considerado o “Imperador”, soberano por natureza. Além de governar todos os órgãos, é responsável principalmente pelos sentimentos, emoções e pensamentos. Nele moram, sobretudo, a mente, o espírito, a consciência. É no coração que desabrocha a alegria e, sutilmente, a felicidade de existir.

O que diz a sua mao - Dra Lilian - Pediatria e Acupuntura
Meridiano do Mestre do Coração

Ponto Palácio do Trabalho – CS8

Na palma da mão chegam dois meridianos: o do Coração e do Mestre do Coração, neste existe um ponto especial (CS8), bem no centro da mão.

Esse ponto, muito importante, é chamado pelos chineses de “Palácio do Trabalho”. Quando ouvi este nome pela primeira vez, me emocionei. Veio, então, a imagem de um ser que se realiza através das mãos, vivendo do seu trabalho, cultivando seus sonhos e amores.

Capaz de transformar a sua existência em algo belo e acima de tudo, sagrado.

Muito complicado? Ou simples demais?

Pode ser complicado ou simples demais, pois depende do jeito que está o nosso coração. Por exemplo, no mundo em que vivemos hoje, com o coração aflito e ansioso, provavelmente, os olhos focarão as dificuldades. E por isso as mãos ficarão inseguras.

Coração Tranquilo e Mão que realiza

Mas, quando o coração está calmo e tranquilo, os olhos, com mais sabedoria, enxergarão as soluções, os caminhos, o propósito. As mãos realizarão os sonhos! Então, o espírito brilhará, refletindo mesmo em tempos difíceis, a alegriao sentimento natural do coração.

A mão e o coração

Quando nos conscientizamos que, através das mãos, podemos expressar o que temos dentro do nosso coração, tudo o que vamos fazer ganha outra dimensão. Desde um simples afago, ou mesmo um aperto de mão. Ao cozinhar e também escrever, lavar, passar, cozinhar; ao plantar, costurar, examinar os pacientes, manusear as agulhas de acupuntura, enfim, em TUDO, podemos colocar a intenção do nosso coração.

Meu Pai

Tenho certeza que se Meu Pai pudesse teria vivido de arte, mas o sustento de sua grande família foi decisivo. Aceitou seu trabalho árduo. E através dele, conseguiu, sim, expressar a bondade e o amor do seu coração, principalmente quando entregava em doação, caixas e caixas de alimentos para creches, orfanatos e asilos.

Mão Poética

Entretanto nos momentos em que ficava sozinho na sua garagem e concentrado dentro de si, sua alma de artista, com toda a beleza e grandeza, fluía através dos movimentos poéticos das suas mãos para as telas.

Imagino que seja por isso que, quando pequena, prestava atenção nas mãos das pessoas, tentando buscar nelas, a intenção de seus corações.

Mão: o que diz sua mão?

Olhe para a sua mão antes de iniciar uma atividade.

Observe atentamente. Entre em contato, sobretudo com seu coração e respire

A Mão percebe a Intenção do Coração

Então deixe a intenção genuína do coração chegar até as suas mãos.

Certamente a sensação do fazer e principalmente do resultado serão intensas. Assim, a alegria da criança que nos habita, se fará presente. Experimente!

Boa sorte, do fundo do meu coração!

like do facebook Dra Lilian

4 thoughts on “O que diz a sua mão?

  1. Oi Lene! É muito bom quando conseguimos emocionar alguém seja por palavras, pela escrita, pelos gestos. Aprendi que a emoção move o Qi, desobstruindo o que está estagnado. E a pergunta é: – Você já se emocionou hoje? Grande beijo

  2. Que bonito tudo isso, Lilian… Da sua sensibilidade sempre sem tamanho, a linda história do seu pai, que lembra a história do meu e me emociona duplamente, passando pela análise dos canais de energia que se comunicam pela palma das nossas mãos com nossa maior verdade. Grata sempre <3

  3. Que história linda! Emocionei. Sempre tive essa forte ligação com as Mãos . É o que me atrai ou me afasta, nos outros. Muito feliz com o que as minhas mãos me proporcionam. Abraço.

  4. Este texto é um poema! Parabéns! Me levou à infância, recordando as mãos cuidadoras de minha mãe. No dia que ela morreu, eu olhava suas mãos e lembrava dos cuidados, do alimento, dos curativos, das carícias, das tranças nos cabelos… As mãos de minha mãe são a parte dela que ficou em meu coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *