Como está o seu Qi (Chi, Energia vital)?

Qi é a energia vital que circula dentro de nós e que nos mantém vivos.
energia vital

Como está o seu Qi (Chi, Energia vital)?

O que é o Qi?

Para sabermos como está o seu Qi, primeiramente vamos falar sobre ele. O conceito de Qi (chi ou energia vital) é amplo e abrangente. Poderíamos descrevê-lo por horas e horas e mesmo assim não conseguiríamos defini-lo totalmente.

Entretanto, podemos dizer que Qi é a energia vital que circula dentro de nós e que nos mantém vivos. Mas também, é a energia que circula no ambiente e entre as pessoas. E sobretudo, é a energia que está na natureza, nos animais, no Universo.

Somos formados por um corpo físico (material) e um corpo energético. Este, mesmo sendo invisível e impalpável, é tão real que os chineses há 5000 anos o chamaram de corpo de Qi, chi ou sopro.

Como o Qi (Chi, Energia vital) se manifesta?

Para começar, qualquer pessoa, uma criança, inclusive um animal são capazes de perceber e sentir as alterações sutis deste corpo de Qi (chi, energia vital)

Trata-se de algo tão natural, em outras palavras, tão simples, que então, não nos damos conta.

O olhar

Por exemplo: um olhar alegre, vivo, denota um bom Qi. Contudo se estiver apagado, angustiado ou aflito, pode revelar uma alteração do Qi, ou seja, alteração da energia vital.

Já reparou no olhar de alguém que está doente, com pouco Qi – energia vital diminuída? Ao contrário, e o olhar de quem está apaixonado?

Portanto, através do olhar podemos fazer diversas leituras, mas cuidado, olho vivo, porque podemos nos iludir… então não conclua de imediato, observe mais e olhe outros sinais de vida, como por exemplo: o brilho do cabelos, o viço da pele, o sorrir, a voz.

Certamente, o olhar mais brilhante e lindo que já vi na minha vida é da criança que acaba de nascer com saúde, pois há muito Qi – é energia vital pura!

Um Alô ao telefone – a voz

Através do – Alô! de alguém conhecido ao telefone, conseguimos perceber, mesmo sem vê-lo, se está alegre, triste, preocupado, com medo…

Portanto, o som, o tom, o ritmo e o volume da voz revelam também como está a sua energia vital – Qi.

Sabendo disso, podemos observar como estamos e também como o outro está numa simples ligação telefônica. Por exemplo: tensão, impaciência ou mesmo, irritabilidade, ansiedade, mau ou bom humor, etc. pode refletir o nosso não bem-estar.

Vamos fazer um teste? Como está o seu Qi?

Imagine que você está saindo de casa muito atrasado para um compromisso. Então, alguém desconhecido lhe liga vendendo algo que você não precisa e nem quer. Você, com pressa, tenta desligar o telefone mas a pessoa é muito insistente e não para de falar.

Como você reage?

  • Ouve calado o que a pessoa tem para dizer, desconversa e desliga o telefone.
  • Fica muito irritado e acaba comprando o produto para se livrar do vendedor.
  • Despeja um monte de palavrões e fica de mau humor o restante do dia.
  • Tem outras reações que nem é bom comentar aqui.

A sua reação demonstra como está o nosso Qi, Chi, a sua Energia vital!

Dica de um Mestre Zen para falar ao telefone

Aí vai uma dica que aprendi com um Mestre Zen:

  • Quando receber uma ligação, tente não atender imediatamente.
  • Deixe tocar uma vez e respire.
  • No segundo toque, respire.
  • E no terceiro toque, primeiramente sorria e então atenda!

Pois como diz o Mestre, o outro, sem perceber, sentirá o seu sorriso.

Voltando, portanto, à ligação do desconhecido acima… Quem sabe se você atendê-lo sorrindo, ele sorri também e vocês juntos caem numa gargalhada?

Afinal, pra quê levar a vida tão a sério, não é mesmo?

Qi e os animais de estimação

Os animais de estimação sentem quando o Qi (energia vital) do seu dono não está bem. Deitam-se, sobretudo, silenciosamente ao seu lado e aguardam até ele melhorar.

Eles estão sempre atentos às nossas reações e enxergam, principalmente, as mudanças sutis da nossa energia vital. Lá em casa temos uma gatinha – Aomame – “Mame” para os íntimos. E quando um dos meus filhos adoece ou mesmo eu, ela fica juntinho na cama, certamente contribuindo em muito para nossa cura.

Pais que observam o Qi do filho

Normalmente pais observadores conseguem perceber através das alterações do Qi quando seu filho vai adoecer: um olhar caído, o rostinho abatido, a recusa em comer algo que gosta, o fato de não querer brincar.

Porém como são alterações energéticas, muitas vezes é necessário aguardar alguns dias para que surjam as alterações físicas e, então a doença se manifeste.

No exemplo acima, pode ocorrer que a criança sozinha consiga restabelecer o fluxo harmônico do seu Qi, através de sua própria imunidade, com movimentos que seu corpo faz numa brincadeira ou mesmo a partir de uma emoção boa que entra dentro de seu coração.

As crianças são sinceras e observadoras. Muitas vezes melhoram e se recuperam facilmente quando se sentem ouvidas, compreendidas, amadas, enfim.

Energia parada (ou Qi estagnado)

Energia parada, bloqueada, traz, além de dor, mudança de humor. Portanto, quanto antes percebermos esta alteração, mais rapidamente podemos atuar, no intuito de fazer o Qi estagnado fluir harmoniosamente, trazendo saúde, bem-estar e alegria de viver.

Os chineses e as imagens

Os chineses são muito imagéticos, o que nos ajuda a visualizar e compreender melhor como as coisas funcionam. Eles dizem que a nossa energia deve fluir livremente e sem obstáculos como um rio que irá encontrar o mar. Quando a água para, ou seja, fica acumulada por um tempo, o que acontece? Apodrece. Cria bichos. Como consequência, pode trazer doenças.

A nossa energia também! No lugar onde está estagnada, pode resultar em dor, contraturas, inflamações, infecções, etc.

No dia a dia

Ouviu algo que não gostou? Ou então ouviu, mas engoliu seco para não brigar? Um comentário desafiador o pegou de surpresa e não teve como responder à altura? Depois remoeu, se doeu. Enfim, ficou com raiva de si e também do outro? Não conseguiu dormir? Provavelmente não para de pensar no assunto… Eis que surge então “do nada”: uma dor no ouvido ou uma inflamação na garganta ou, quem sabe, uma tosse. Talvez até uma indigestão, mas como?  Comeu o que todo mundo comeu e ninguém passou mal… Ouço sempre isso.

Falou algo que se arrependeu? Ou mesmo, precisa falar algo para alguém, mas não consegue?

O assunto não sai da sua cabeça por um bom tempo? Energia parada, Qi ou chi estagnado também!

Que tal um papo-coração?

Nestes casos, uma boa conversa pode ajudar e muito. Porém precisa ser num momento em que a calma seja maior que o Ego. Assim, as palavras sairão com a sinceridade do coração e não da mente que julga, critica e quer ter razão. Para concluir, ter um papo-coração ao invés de um papo-cabeça pode mudar tudo para melhor.

Exercícios (para mover o Qi) e o olhar interno

Ter consciência de si e do corpo sempre ajuda, por isso, exercícios que despertem o olhar interno são bem-vindos. Por exemplo, práticas corporais orientais como Lian Gong, Qi Gong, Tai chi, Yoga, etc.

Essas práticas são exercícios que unem movimento, respiração e concentração. Impossível as fazer assistindo filmes, ou notícias na TV ou mesmo conversando.

Estes movimentam do corpo e atuam no fluxo harmonioso do Qi (chi ou energia vital), trazendo um incrível bem estar, equilíbrio, força interna e externa.

Outra prática que desperta o nosso olhar interno é a Meditação. Embora, na maioria das vezes, seja feita num ambiente na posição sentada, a meditação pode ser feita andando – Walking Meditation – como aprendi em Plum Village, no sul da França, no monastério do mestre zen Thich Nhat Hahn. Caminhávamos devagar, em silêncio, totalmente presentes, pela floresta e campos de girassóis.

Falando em movimento…

Quando estamos estressados, às vezes contrariados ou ainda cansados, portanto com a nossa energia vital baixa, então um movimento aleatório pode acarretar uma contratura muscular.

Com frequência podemos ouvir histórias como:

  • dormiu e ao se virar na cama travou as costas,
  • acordou bem, foi escovar os dentes, curvou-se na pia e depois não conseguiu mais se endireitar.

São exemplos que mostram que o Qi não está fluindo harmoniosamente, e a energia estagnada provocará dor.

Quando a dor é intensa, provavelmente o médico pedirá alguns exames para ver o que está acontecendo, prescreve medicamentos e dependendo do que encontrar, encaminha para uma fisioterapia; ou acupuntura se conhecer seus benefícios. Melhor ainda, se ele indicar o Lian Gong, uma ginástica chinesa que previne e trata dores no corpo.

Para concluir: como está o seu Qi?

Seu Qi flui bem

Se o seu olhar está vivo, brilhante, tranquilo, provavelmente ele está enxergando as coisas boas que estão acontecendo na sua vida e em torno de você. Pois o brilho do olhos vem de dentro, do fluxo harmonioso do seu Qi (chi, energia vital).

Se você consegue ser ouvido, atendido, sem precisar gritar, cobrar e espernear; provavelmente sua voz está sendo clara, ou seja, o seu tom deve ser agradável de ouvir e transmite amor. Certamente você sabe ouvir as pessoas não só com os ouvidos mas também com o coração. Lembra do papo-coração que falei acima?

Se independentemente da correria, você encontra tempo para se dedicar ao que gosta, assim como, fazer exercícios físicos e práticas que te relaxem e equilibrem sua mente e emoções, não sente dor ou algum desconforto, o seu Qi (chi, energia vital) está fluindo muito bem! Vou torcer, de coração, para que continue cada vez melhor!

Seu Qi não está fluindo bem

Porém, se você percebeu que o seu Qi não está fluindo bem, pois anda irritado, estressado, cheio de dores, com a coluna estragada, então não se desespere!

Ouvir seu corpo e então começar a se observar é o primeiro passo de um novo caminho.

Quando nos conhecemos melhor, com certeza, podemos buscar tudo aquilo que realmente nos faz bem.

Uma boa alimentação, um sono restaurador, exercícios físicos e práticas que contribuem para equilibrar a mente e as emoções, são fundamentais!

Quando sentir dores, desconfortos, saiba também que a acupuntura é também uma ótima opção.

Lembrar que somos seres cheios de energia (QI), sonhos e emoções, e podemos nos equilibrar a todo instante se estivermos atentos, calmos e com paciência.

A emoção movimenta o QI

Enfim, deixo aqui algo que aconteceu comigo e me trouxe a certeza do que já tinha ouvido e aprendido nos estudos da Medicina Oriental.

Acordei num fim de semana com uma preguiça inexplicável, o corpo sem vontade alguma. Levantei da cama para em seguida deitar no sofá. Só tinha força para apertar o botão do controle remoto da TV. Entretanto tudo mudou quando apareceu o cantor Lenine em seu show acústico cantando Paciência.

A música e a beleza do vídeo foram me invadindo, me emocionando, movendo meu Qi estagnado. Fui devagarinho me sentando, respirando melhor, meu coração apertado voltou a se expandir, eu me senti viva novamente!  A emoção também movimenta o Qi, este foi o aprendizado!

like do facebook Dra Lilian

COMENTÁRIOS (11)

  • Olá Dra. Lilian, tudo bom?
    Olá Maria Rita, que bom poder falar com você! Saudades!

  • Tenho uma questão de energética que me atrapalha muito. Não é a ausência de energia e sim o excesso e a descompensação da mesma, sou tão desequilibrada e intensa energeticamente que ao ir em centro espirita ou acupuntura as vezes dizem que nunca viram uma intensidade energética tão forte, meus amigos mais sensitivos também sentem isso e algo que sempre me dizem é o desequilíbrio desta e a concentração energética em certas áreas do corpo. O problema é que chega a ser tão intensa que me paralisa muitas vezes, é como se ligasse um eletrônico 110v em uma tomada 220v, eu começo a falhar nas funções mais básicas. Também transpiro muito nas extremidades do corpo e tenho dificuldade de controlar com meditação e tudo mais. Até a questão de colocar cristal em meio aos seios já tentei e impressionantemente em pouco tempo ele começou a rachar. Na minha pré-adolescência descobri que possuo deficit de atenção e hiperatividade mental após iniciar análise, por conta de problemas familiares consequentes de ansiedade e depressão já presentes de forma grave em minha vida. De acordo com meu exame de QI, lembro que a psiquiatra me explicou que um dos hemisférios demonstrou possuir um valor muito mais alto do que o normal e o outro lado demonstro um valor um pouco mais alto que o normal. A grande diferença existente entre o hemisfério esquerdo e direito que define minha condição. O caso de ambos os hemisférios estarem com um QI acima da média explicaria o porque mesmo assim sempre passei com boas notas na escola sem nunca ter repetido, mas a diferença entre os dois determina minha disfunção com o tempo, sempre precisei de mais tempo pra tudo por acabar atrasando e sempre fui a última a acabar as atividades. Além de ter determinado também o fato de eu ter passado para a USP com 17 anos, sem possuir nenhuma cota. Mas me trouxe 3 transtornos emocionais (TOC, TAG e depressão) e outros problemas físicos (intestino irritável, gastrite.. uma imunidade baixíssima com habituais infecções urinárias, vaginoses, afitas que tomam garganta e boca… ). Tomo vários remédios controlados, para me ajudar a melhorar a situação, até porque sou capaz de ficar cerca de 3 dias direto sem dormir por não conseguir pegar no sono, antes dos remédios era muito mais difícil, mas ainda é muito difícil, já estou com 20 anos e cada vez fico mais doente fisicamente. Eu compreendo o estado de QI, até pelo meu ter sido avaliado com descompensação e acima da média. Mas mesmo conhecendo os sinais e tudo mais… fico sem saber o que fazer. As sessões da terapia sempre parecem muito curtas.

  • Obrigada Gilda! O seu comentário nos incentiva a escrever sempre. Abraço

  • Execelentes ponderações e ensinamentos Dra. Lilian. Aguardamos novos ensinamentos.

  • Olá Regina! Realmente estamos vivendo meses difíceis em todos os sentidos. Acredito que é um período de muito aprendizado, embora doloroso.
    Que você consiga despertar sua criatividade e encontrar alegrias no seu dia a dia.
    Abraço

  • Olá Sabrina!
    Que mesmo nesse isolamento, você encontre formas de aumentar sua Energia Vital: pequenas atitudes, introdução de novos alimentos em sua dieta, ir dormir mais cedo, exercícios que te tragam bem estar, etc.
    Abraço

  • Ótimo texto! Há quase 5 meses trancada em casa com um bebê e longe da família, percebo que meu QI está muito baixo, me encontrei nessas belas palavras.
    Caminhando pela casa na madrugada de chuva, surgiu no meu pensamento as palavras “energia vital”, pesquisei no Google e achei o texto. Agora vou compartilhar para ajudar outras pessoas. #Gratidão 🙏

  • Dra Lilian, e na pandemia que trocamos nos hábitos,como fica? Ficar em casa motifica as trocas de energia que tínhamos com o mundo. Caminhadas e exercício ajudam, mas não são suficientes. Sem dores, só o coração apertado mesmo, alguma sugestão diferente? Tenho conversado mais com os amigos. Tb ajuda, mas as vezes angústia mais.

  • Ah! Beijo na Princesa!

  • Olá Helena, agradeço por ler o texto.
    Espero que você se observe e descubra o que te faz bem, que te dê disposição, ânimo, enfim, que aumente o seu Qi.
    Tudo de bom para você.
    Abraço cheio de Qi

  • Incrível, pois após ler o texto que fez todo sentido comparado ao meu estado atual, começo a ouvir a música e a gatinha daqui de casa (Princesa) suavemente deita no meu colo. Gratidão Dra Lilian, por ser canal de resposta nesse dia.

Deixe um comentário